quinta-feira, 4 de maio de 2017

Boris Paul Vian foi aquilo que se chama de um Polimata

Boris Paul Vian foi aquilo que se chama de um Polimata: ator, diretor teatral, cineasta e escritor e crítico de jazz e engenheiro. Sua obra-prima "A Espuma dos Dias" é um marco na literatura francesa.
Jornalista Francisco Martins mostrando
a obra-prima literária de Bóris Vian
"A Espuma dos Dias"


Nascido em Ville-d'Avray, 10 de Março de 1920 - em Paris, tem sua identidade ligada com o movimento surrealista e ao anarquismo enquanto filosofia política. Nos dias atuais é lembrado pelos seus romances e canções. O Seu estilo caracterizou-se por ser altamente individual, com numerosas palavras inventadas e enredos surrealistas passados sempre num universo muito próprio do autor. Como exemplo, o seu romance Outono em Pequim não se passa nem no Outono nem em Pequim! AQUI A GENTE PÕE A CARA!!!

Ótimo estado de conservação, edição Cosac. 

Valor: R$ 74,00 (FRETE JÁ INCLUSO TODO BRASIL). 
agenciafm@gmail.com